Foi notícia em todo o estado da Paraíba a relação dos gestores municipais, que aderiram ao consórcio para a compra de vacinas contra a Covid-19, liderados pela Frente Nacional de Prefeitos, buscando assim o acesso mais rápido da população ao medicamento.


O que causou espanto entre os monteirenses, é que a maior cidade do cariri paraibano, Monteiro, não consta na relação dos municípios que aderiram ao consórcio. A exemplo de João Pessoa, Campina Grande, e no cariri, cidades como Sumé, S.S. do Umbuzeiro, Boa Vista, entre outras da região, que até o momento somam 27 em todo o estado.

Diante disso, o vice-presidente da mesa diretora Dácio Batista – PROS, fez requerimento questionando a gestão municipal o porquê, da cidade ainda não ter aderido ao consórcio, nem tão pouco se pronunciado a respeito.
“Diante de tantos casos e percas fatais no município, esperávamos uma ação imediata da gestora, a fim de aderir ao consórcio, tendo em vista que isso aceleraria o processo de imunização da população monteirense. Estamos em um momento, em que não se admite perder tempo, as ações têm que ser de forma imediata” – finalizou Dácio Batista
Outro que também endossou o discurso do vereador Dácio Batista, foi o presidente da casa Sandro Lira-PSDB, que também cobra ação imediata da gestora.
“Endosso as palavras e a preocupação do vereador Dácio Batista. Não se pode perder mais tempo. Perdi um membro da família, e sei bem o preço da fragilidade em que nos encontramos frente a este mal que assola o mundo. Esperamos um posicionamento de imediato da prefeita” – ressaltou Sandro Lira.