O bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, que está foragido há cinco dias, anunciou em um vídeo que circula nas redes sociais que a embaixada brasileira já entrou em contato com o hotel que ele está hospedado no México e que deve ser preso a qualquer momento. Líder de um grupo de caminhoneiros, ele afirmou que está “cansado de fugir”.

Zé Trovão está foragido há cinco dias e é acusado de promover a incitação de atos de caráter golpista contra o Congresso Nacional e a Suprema Corte, por meio das redes sociais.

O mandado de prisão contra Zé Trovão foi expedido pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e a prisão foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Mais cedo, ele apareceu em vídeo publicado nas redes sociais incitando caminhoneiros a bloquearem as rodovias federais.

“Viraliza esse vídeo aí, eu preciso do apoio de vocês. Nós precisamos todos ir à Brasília. Em alguns momentos eu devo ser preso. Eu não vou mais fugir, chega, eu estou cansado disso. Provavelmente em alguns momentos, a polícia vem aqui me recolher. Eu não cometi nenhum crime. Eu devo voltar ao Brasil, preso politicamente pelo crime de opinião”.