Dois meses após julgamento e a reprovação das contas do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o Tribunal de Contas do Estado (TCE) ainda não remeteu o parecer para apreciação da Assembleia Legislativa (ALPB). Segundo o presidente da ALPB, Adriano Galdino (PSB), até ontem, o parecer não tinha chegado na Casa Epitácio Pessoa.

Galdino espera o parecer para dá prosseguimento aos trâmites do julgamento. O Regimento Interno determina que são necessários 19 dos 36 votos dos deputados para que Ricardo Coutinho reverta a reprovação das contas. A votação deve ser secreta. Nos bastidores, ninguém arrisca placar contra ou favorável ao ex-governador.

O fato, atem onde o Blog apurou, é que muitos parlamentares foram beneficiados por Ricardo e são investigados na Operação Calvário. Segundo fontes, eles estariam sendo intimidados. A votação secreta tanto pode beneficiar como prejudicar as pretensões do ex-governador. Já há quem admita, nos bastidores, que os deputados vão livrar o ex-governador e, consequentemente, a própria pele. 

Fonte: blogdoandersonsoares.com.br