De acordo com informações de bastidores, após conversas com o ex-governador Ricardo Coutinho em reunião à portas fechadas, o presidente (ALPB), deputado Adriano Galdino, reafirmou, que as contas de 2016, do ex-governador Ricardo Coutinho, reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), irão à votação no plenário da Casa antes da eleição. De acordo com Adriano, a votação será secreta ” de acordo com a convicção de cada deputado”.

“A Assembleia da Paraíba está acostumada a grandes debates, os deputados são experientes e irão analisar as contas do ex-governador Ricardo Coutinho na maior tranquilidade, sem pressão, cada um votando de acordo com a sua convicção”, concluiu Adriano.

O parecer do TCE-PB foi de que as contas do ex-governador havia divergência sobre a aplicação do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) na Educação estadual. O ofício assinado pelo presidente da Corte, Fernando Rodrigues Catão, foi enviado a ALPB no dia 10 deste mês . Caso as contas sejam reprovadas no Parlamento estadual, Ricardo ficará inelegível para a eleição de 2022